segunda-feira, agosto 25, 2008

Rapidinha

Ok, então eu casei.

Calma, não é pra tanto. Respira no saco, vai. Um, dois. Pronto... Então, casei. Embora haja uns efeitos suspensivos e condições inerentes ao contrato intensamente discutido- piada interna mode on - e eu suspeite que a minha vida nunca vai ser muito convencional e certinha, ainda mais tendo em vista a minha cara metade politicamente incorreta até o último fio de cabelo.

Outro dia, estava eu colocando em prática meus dotes culinários, enquanto meu consorte planejava uma aula de Direito Islâmico. De repente, ele começou:

- Caaaaralho, vou virar mulçumano!

- HEIN?

- O mulçumano pode ter quantas mulheres ele quiser!! Ora, Mohammed, o profeta, podia ter quantas esposas ele quisesse e aguentasse! Se Mohammed pode, eu também posso!

- Ah, sei...

- E olha que legal... - ele ia lendo os trechos - a mulher deve ser obediente, deve andar coberta, deve ficar sempre em casa e nunca sair sem a companhia do marido, deve cuidar da casa e servir o marido, que deve sustentá-la...

- Ué, por mim tá ótimo...eu páro HOJE de estudar pro concurso, coloco meu burro na sombra e fico só cuidando das suas coisas...tem algum botão aí pra pregar?

Ele continuava lendo e continuou:

- Ihh, mas eu não quero mais ter muitas mulheres não...aqui diz que eu tenho que sustentar TODAS igualmente! Aí eu vou à bancarrota!

Não aguentei, caí na gargalhada.

- Dou o maior apoio. Sustente só a mim e tá bom demais.

- Epa, achei a solução! Se não puder sustentar duas ou mais esposas igualmente, o mulçumano pode ter UMA esposa e tomar para si quantas ESCRAVAS ele quiser! Pra essas só precisa prover a alimentação!

- Aaaahhh, sei...perfeito, né? E o seu seguro de saúde cobre esse tipo de acidente que você está querendo sofrer?? - com a colher de pau na mão.

- Mas meu amor... eu só ia amar você, olha que beleza!

A cara mais cínica do mundo. Eu mereço. Minha mãe já dizia: olha aonde eu vim amarrar o meu burro.

2 comentários:

Glayce Santos disse...

Eita, que maneira perfeita de se iniciar uma postagem!!! Gostei!!!!

Mas não é verdade que os incompatíveis são os mais, digamos, nossos? hehhehe

Parabéns!!!!

Que bom que voltou a atualizar o blog!

Beijos

Dehynha disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!
Olha, eu joguei arroz aqui... soprei...
Chegou aí minha chuva de arroz nos noivos? /heh