quarta-feira, outubro 28, 2009

Antes mole do que duro...

Gente, depois dizem que eu exagero quando digo que organizei caravana de putas pra animar a santa ceia, viu? Veja bem a situação: outro dia, o "pobrezinho" do Fabrício escreveu inocentemente assim no Facebook dele: "Aaaaaaaaaaaai, que dor de cabeça!". E logo abaixo veio o comentário de uma filustreca lá que é contato dele: "ô, tadinho, toma remedinho!". Eu, que sou uma mulher cosmopolita, bem resolvida, vacinada, segura de mim, olhei bem praquilo e pensei: "Opa, melhor dar uma mijadinha ali, pra marcar meu território". Fui lá e caprichei um presunçoso e carinhoso: "Vem logo pra casa que eu faço a dor de cabeça passar...". Assim, de leve, sabe? Só pra neguinha saber que o senhor Fabrício não tá solto no vento que nem folha seca, que ele tem dona, que a dona está na área e se vacilar, eu grito "pênalti!!". Sabe o que aconteceu??? Não deu um minuto, e a mocréia APAGOU o comentário!!!! Ah, menino, fala sério, né? Diz pra mim: se você escreve uma coisa INOCENTE e TOTALMENTE DESPROVIDA DE SEGUNDAS INTENÇÕES no mural de alguém, você corre e apaga porque o/a namorado/a comenta em seguida?? Claro que não!!! E eu sacaneei TANTO o Fabrício por causa disso, que entrou pro anedotário daqui de casa...de uma hora pra outra, não interessa o assunto, eu enfio um "é, meu sapato furou, mas EU não deixo comentário cheio de malícia e segundas intenções no mural do namorado alheio, né?" ou "é, vai chover, mas fala sério: gente que deixa comentário na página dos outros e apaga, tem ou não tem segundas intenções?" e por aí vai. Já perdi a conta de quantas vezes acabamos rindo de nos acabar aqui, só por causa dessa besteira.

Aliás, a de hoje foi ótima. Ele chegou da faculdade à noite e foi me contando os acontecimentos do dia. Lá pelas tantas, ele falou assim:

- Aí eu liguei pra "Filustreca", pra saber como tinha sido lá, se tinha dado problema porque eu não apareci...Aí ela disse que não, mas que falou com o coordenador e disse que...

- Fabrício, peraí...
- Que é, Morena?
- Você disse que LIGOU pra Filustreca??? Justo pra Filustreca? Justo aquelazinha que fica deixando comentários safados e oferecidos no seu mural??

- Ela mesma!
- Mas Fabrício, isso é um ultraje! Tá muito confiadinho, VOCÊ TÁ DANDO MOLE PRA ELA!!!!
- Ué, Morena, antes o mole do que o duro, né não?

- ... (cataploft)

domingo, outubro 18, 2009

Boca de Tucunaré

Post novo, ou melhor, de estréia, no Boca de Tucunaré: http://bocadetucunare.blogspot.com/

sexta-feira, outubro 02, 2009

To bêbada, lalalala...

Taí, essa é uma experiência que nunca tive: escrever no blog quando a cabeça tá zoadinha. De a-l-c-o-o-l. É. Sabe aquelas revoltas que dá na gente? Do tipo: porra, é sexta feira, eu fiz prova de manhã, trabalhei o dia inteiro de salto alto, meu pé tá doendo, essa cidade tá quente pra caramba, eu to sozinha em casa porque o pobre do Fabrício DÁ AULA SEXTA FEIRA DE NOITE - fala sério, eu morro de dó dele...ninguém devia ter aula na sexta, nem aluno, nem professor...mas aí a quinta ia virar sexta e a coisa ia pro brejo...enfim, divago. Aliás, o que mais a gente faz quando bebe vinho sozinha ouvindo Ella Fitzgerald cantando "I didn't mean a word I say" no musicovery (eu devo estar mesmo só de pilequinho, ainda dou conta de fazer um link!!!) em casa numa sexta à noite? Fica la la la e divaga, né? O que eu dizia é que me deu uma revolta dessa vida de trabalho-escola-casa-e-tudo-com-um ônibus-dirigido-por-um0-motorista-barbeiro-no-meio...e pra me deixar ainda mais revoltada, descobri que umas mini mariposinhas-cretinas-xexelentas-de-uma-figa botaram ovos dentro do saco do meu arroz arbório e em tudo o que as malditas puseram as mãos. Ou melhor, as patas. Aquilo são patas? Mesmo tão pequenininhas? Podiam ser "filamentos", né? Putz, agora tá tocando Etta James com "I got it bad and that ain't good"- menino, cê não sabe o quanto demorou pra copiar o nome dessa música...quase parou de tocar no tempo que eu levei pra copiar e escrever CERTO. Porque convenhamos: eu fico de pileque, mas não perco o TOC - se alguém algum dia vir alguma coisa publicada por mim escrito errado, NÃO FUI EU QUEM ESCREVEU! Foi um clone, um fake, um intruso, um hacker, ou o Lula. Mas eu não fui. E mantenho minhas neuroses até mesmo na companhia de uma certa quantidade de bebida alcoolica. Ai, cansei de escrever merda. E eu que entrei aqui pensando em fazer um post super filosófico e tal, acabei emendando um pensamento no outro e falando nada com nada. Bom, então tá. Beijosmeliga. Fui.