sexta-feira, abril 08, 2011

Foda frustrada de sexta à noite

Sexta feira à noite. O fim de uma semana interminável e totalmente exaustiva, certo? Aquele momento a partir do qual as pessoas sentem que têm que aproveitar cada minuto do almejado fim de semana como se fossem náufragos sôfregos chegando na nascente de água doce. Cada pequeno momento conta, ao relógio está girando alucinadamente, é agora ou nunca, coooooorra! Beba todas, dance tudo, fume algum, pegue alguém - qualquer um - porque antes que você se dê conta, o Zeca Camargo está dizendo "boa noite" pra Patrícia Poeta e já era, chegou a segunda feira de novo.

Se bem que nessa ânsia, podem acontecer uns incidentes de percurso...

Agora há pouco o meu telefone tocou. Era um número de celular totalmente estranho. Atendi e do outro lado, uma voz masculina digna de "Tele-Amizade" ou radialista que apresenta aqueles programas "Mariposa Apaixonada de Guadalupe", lascou um:

- Ooooooooi, Laís...

Eu levei um segundo pra entender o que estava acontecendo.

- Hein?

Ele repetiu, com a entonação ligeiramente diferente:

- Oooooooooi...Laís?


Eu visualizei tudo. O sujeito pilhado, sentindo os preciosos minutos da sexta feira à noite passarem, catando aquele infame caderninho cheio de números e nomes perdidos num borrão de lembranças mal guardadas, começa na letra A e vai ligando. A Ana já tem programa, a Bia se casou, a Camila virou lésbica, a Denise virou evangélica, a Elisa morreu, a Fabíola tá grávida de gêmeos, a Grazzi mudou pro exterior, a Helena tem que acordar cedo pro grupo de estudos no sábado, a Isadora o odeia porque a chamou de Juliana na última vez em que saíram, a Juliana está namorando um PM, a Kátia só sai do trabalho às 4:00 da matina e a Laís...

- NÃO-VOCÊ-LIGOU-PRO-NÚMERO-ERRADO! - ríspida, eu metralhei.

Quase não deu pra ouvir as desculpas que ele balbuciou apressado antes de desligar. Bem, a Laís te deu o número errado, meu filho. Boa sorte com a próxima letra.

5 comentários:

Maíra da Fonseca Ramos disse...

A-D-O-R-E-I!!! Esse ainda vai ter que continuar a peregrinação telefônica. Quem sabe com a Zulene ele se dá bem?

Andréa Paes εїз disse...

Jajá ele chega na Nayra! ahhahahahahah

Nossos projetos pessoais e empresariais disse...

heheheh, show de bola

Carol Rodrigues disse...

UHAUHAHAHUAHUHUAAHUHUAUHAHUUA

MUITO BOM!!!

Adisson disse...

Dois três quatro cinco meia sete oito... Deixa o cara afogar o biscoito! Muito bom!