terça-feira, abril 15, 2008

E agora?

Às vezes as dificuldades se avolumam e se acumulam tanto, que a gente afunda, se perde, desiste. Às vezes a gente pensa se é bom o suficiente pra enfrentar algumas coisas de peito aberto. E nessas horas dá um frio, uma vontade de se esconder sob a cama, de cobrir os olhos pra ver se as coisas vão embora que nem as sombras quando o sol nasce.

Eu não sei o que fazer. Eu só sei que preciso fazer. E que to com um medo danado.

3 comentários:

Anônimo disse...

Me dá a sua mão? To precisando sentir a sua cicatriz... ela me acalma... e me prova que vc é real...
O Balconista.

Camila disse...

É assim mesmo. Mas depois que a gente enfrenta as coisas de peito aberto, dá um orgulho danado de ver que fomos fortes o suficiente para ir adiante! Força!

Dehynha disse...

O sol nasce todos os dias! :)
Aliás, quem disse que ele morre?