domingo, janeiro 28, 2007

Top 10

Essa lista ninguém me mandou fazer, é iniciativa própria de quem coloca a casa em ordem pra começar de novo na segunda-feira. Lista de fim de semana, que foi sui generis. Dias de:
  1. colocar em pratos limpos merdas feitas;
  2. ganhar presente que eu não mereço muito;
  3. me enfurecer aparentemente sem motivo;
  4. jogar videogame (PS2) pra desligar da realidade;
  5. ficar muito em silêncio;
  6. não usar a internet;
  7. dormir doze horas seguidas;
  8. comer muito doce e a necessidade não passar;
  9. ficar mais sozinha que de costume.
  10. me fantasiar de "Celebridade em noite de Oscar" pruma festa;
Ok, isso é pouco usual? Não, na realidade não. Só tem que eu não fazia nada disso e muito menos tudo isso junto há muito tempo. Cabem algumas considerações sobre os tópicos - e pra isso mesmo eu os fiz assim, pro corte ser cirúrgico e fazer pouca sujeira.
  1. Fazer merda é uma especialidade que eu tenho. Às vezes de propósito sem imaginar que vai dar em algo daquele tamanho. Às vezes de propósito e disposta a encarar o que vier. Às vezes sem querer pra só desejar me enfiar debaixo da terra quando o resultado aparece. Um dia me disseram que crescer, amadurecer, não é deixar de fazer merdas, é se tornar consciente delas e passar a estar melhor preparado pra encarar a sujeira que ela fizer. É saber por que se faz aquilo e que na verdade não é sem querer coisa nenhuma. Sei lá. Não consigo deixar de sentir que eu devia parar de fazer uma merda atrás da outra, mesmo estando careca de saber do porquê delas acontecerem. Ou talvez por isso mesmo. F.M., hoje você me ajudou a ver algo importante demais: que eu tenho sistematicamente estragado as coisas por ansiedade, por pressa, por estabanamento, por vontade desmedida de abraçar o mundo com as pernas. E essa é uma merda que eu não preciso repetir. Ah, meu amigo querido. Palavras se tornam vãs e nem sequer chegam perto de abranger o que eu queria mesmo que você soubesse. Fica o meu desejo que você saiba.
  2. Ainda pra F.M. Não mereço presente algum e ainda assim devo dizer que me sensibiliza que você sempre ouça tanto as coisas que eu lhe digo, ainda que por muitas vezes sejam apenas besteiras. Obrigada, cara.
  3. Quantas vezes isso já aconteceu e quantas mais irá acontecer? Interpretações equivocadas., comunicação truncada, conclusões erradas. O Direito tem uma máxima, "in dubio pro reu" (em dúvida, em prol do réu) que preciso adaptar à minha vida, porque estou cansada de me defender, de julgar que as coisas mais escabrosas estão sempre acontecendo comigo. O buraco que eu trago no peito me faz sempre esperar pela próxima estocada e, quando ela não vem, eu as vejo nas entrelinhas, como criança deitada no escuro vê monstros nas sombras provocadas pelas roupas penduradas e pelas cortinas. Cansei de agir assim e não vou mais. Não pedirei desculpas a você que se viu sujeito à minha fúria desarrazoada mais uma vez, embora deseje ardentemente que saiba o quanto finalmente eu entendi o meu engano.
  4. Joguei, horas a fio. O jogo? The Sims 2. Simulador de vida. Acho que estou precisando treinar.
  5. Não tinha o que dizer. E nem pra quem.
  6. Não tinha o que dizer. E nem pra quem.
  7. Cansaço físico e mental atingiram níveis insuportáveis.
  8. Isso não sei. Pode ser ansiedade manifesta do jeito mais triste que alguém com propensão a engordar pode enfrentar, ou posso estar com alguma deficiência no organismo. Prefiro achar que é a segunda.
  9. Necessidade de pensar em todas as merdas recentes e recorrentes, no presente e na crise desarrazoada.
  10. Por fim, a fantasia, que ficou um estouro, me rendeu o trabalho de explicar detalhadamente a um moço que eu tenho namorado e ainda vai render post exclusivo, assim que eu puser as mãos nas fotos. Aguardem.

Alguém já reparou que eu tenho mania de listas?

6 comentários:

F.M. disse...

...aliás, falar em precipitação sempre me faz pensar em chuva.
Se precipitou é porque havia todas as condições metereológicas (não gosto de "meteorológicas" porque não tou falando de pequenos corpos celestes...) pra tanto.
Veja bem, pro gelo resolver cair lá de cima do ar (aliás, como é que o gelo consegue pairar sobre o ar? Queria aprender o truque...), tem que ter diferença de pressão, temperatura, movimento das nuvens, acúmulo de umidade acima da capacidade (a famosa "umidade relativa"), etc...

Bem, pensemos dialeticamente: pouca umidade relativa faz mal, igual Brasília: sequidão, problemas respiratórios (e disso a gente entende, né, madame?), mal humor, insolação, desidratação, etc;
pouco movimento das nuvens faz sumirem as ovelhinhas;
temperaturas baixas demais podem fazer nevar... é bonito, mas dá o maior trabalho pra limpar depois;
a pressão já é mais complicada: dependendo das condições de pressão, a chuva pode virar granizo, aí, destrói o telhado da galera. A alta pressão segura o gelo lá em cima e impede a chuva de cair...

Lívia, a "precipitação" é inevitável. E necessária! Sem chuva, os campos não florescem.
Porém a "antecipação" que vem da afobação, da ansiedade, do medo, essa pode atrapalhar o processo.
Principalmente se for por medo do risco... Se a "queda súbita de pressão" que faz a chuva antecipar for auto-sabotagem...
Não tenha medo da chuva, minha menina! A chuva que cai agora pode vir quando for, mas precisa vir.
Se houve gelo no seu céu, não importa quando, ele teria que vir regar sua terra.
Deixe acontecer naturalmente.

O que eu quero dizer: se o medo, a insegurança, a ansiedade te fizeram perder a calma, é que tinha gelo pesando e impedindo a visão do céu. E, até onde eu te conheço, você não gosta de não ver o céu.
Mas não se preocupe, o céu está sempre lá! O Sol tá sempre brilhando e Deus tá sempre te vendo (com nuvem ou sem nuvem).

Não tema, minha menina.
Deixa a chuva cair.

Se não fosse agora, ela viria depois.
Aproveita o ensejo e cuida da terra.

Papai do Céu continua cuidando de você.
Paz!

F.M. disse...

A propósito, a foto apareceu.

Júlio disse...

Como há sempre um cometário brega paa embasar outro comentário, no caso o acima, há o dito de Guilherme Arantes: deixa chover, deixa a chuva molhar... :oP

E The Sims é bem legal, apesar de ser o Guitar Hero addicted do momento...hauahauhauahaua
*nerd detected*

t.duende disse...

a sagrada arte de listar tudo. aprecio também.

EMILIO DANTAS disse...

Olá, entrei na sua bunda furada por engano, mas gostei. digitei o titulo deste blog buscando fotos de celulites, varizes,etc...enfim, tara não se explica. Rs...
Falando sério, cade o link pro "que parada" aí do lado??
Se não rolar essa cumplicidade eu paro de entrar na bunda furada!
beijos...e isso aqui ta incrivel.

Dehynha disse...

Acho melhor vc tapar o furo desa bunda...